Árvore Genealógica da Família Granata
 

EM 1932 – Na Calábria

Nasce um grande amor (Bello e Sano) Que dá início à origem da família Granata se unem em matrimônio. Duas nobres famílias que mantêm unida a tradição histórica do brasão da família.

GRANATA VINCENZO (Desenhista Edile) e CARUSO PIA (Filha de Comerciante de Vinho)

Desta união nascem 05 filhos (quatro meninos e uma menina, um em memória - Nino)

Doutor Granata Natale Franco (Construtor de Edifícios)
Casado com Alberelli Rosa (Filha de Proprietários de terras)

Da união nasceram:
Maximiliano Granata (Advogado)
Vincenzo Granata (Doutor Construtor de Edifícios)

Granata Natale Franco se diferencia de todos porque segue as origens históricas e antigas da família Nobre Granata dando lugar antes de se tornar um embaixador ee São Tome Príncipe (África) e depois entrando na ordem dos Cavalheiros das Cruzadas de Sangiovanni di Gerusalemme di Malta.

Granata Tito Livio (Contador)
Casado com Ana Maria Dodaro (Professora do Ensino Fundamental)

Da união nasceram:
Giuseppe Granata (Contador)
Fabbrizio Granata (Tecnico Eletronico)
Antonello Granata (Engenheiro Civil)
Marco Granata (Pesquisador Arqueologico)

Granata Anna Maria
Casada com Aldo Sorbino (Contador)

Da união nasceram:
Igino Sorbino (Doutor em Economia e Comércio)
Loredana Sorbino (Contadora)  

Disegnatore Edile Granata Nino

Do primeiro matrimônio nasceu:
Granata Francesco (Desenhista e Geometra)

No segundo casamento casado com Tonello Aríete (Contadora)

Da união nasceu:
Ângelo Giuseppe Granata (Estudante)

Granata Nino se diferencia da família pelo espírito de Aventura e conhecer os paises do mundo e se torna um Emigrante Italiano do terceiro milênio na América do Sul

Granata Francesco (Geômetra e desenhista de Edifício) e sua namorada Laura Molinari (Doutora em ciência Políticas)